top of page
  • Foto do escritorNatasha Tortelli

O PADRÃO CORPORAL EXIGIDO PELA SOCIEDADE

Atualizado: 20 de ago. de 2021

Para a Psicologia a definição de corpo é construído culturalmente através do processo de identificação. Esse significado simbólico pode ser reconstruído, tanto que ele está em constante mudança, percebemos nas obras de artes dos séculos passados, em que a beleza da mulher era retratada pelas suas curvas e um corpo mais volumoso era sinônimo de saúde e graça.



A alegoria da Primavera, Botticelli. Imagem retirada da Plataforma Google.



Desde sempre, não é somente o corpo da mulher que é idealizado, mas o seu papel feminino também. Quem de nós não acha o vestido ou a saia mais feminina do que a calça? Nós seres humanos temos dificuldade em lidar com as diferenças! Se você não está adequado aos padrões sociais e não estiver bem resolvido com isso, bem estruturado emocionalmente, não aguenta a pressão! Acaba adoecendo, deprimindo, ou se tornando ansioso em busca da constante aprovação.





E toda essa busca pelo corpo ideal acaba acarretando alguns transtornos alimentares como a anorexia, bulimia nervosa e vigorexia. Devemos sempre nos atentar para extremos!!!


A maior dica que eu posso te dar é se perguntar o que TE faz feliz? O que VOCÊ vê no espelho? Esqueça todo esse padrão social atribuído ao corpo feminino de que só se é feliz tendo um corpo esguio e magro. E que isso inclusive é garantia para se ter um cônjuge, hetero, claro, porque a sociedade quer escolher até o que você vai fazer na intimidade da sua casa! Esqueça as promessas de solução/correções que a sociedade também te oferece: Lipoaspiração, bariátrica, redução dos seios. Veja bem, não sou contra nenhum procedimento estético, pelo contrário eu faço vários, mas você precisa ter muito claro: para quem VOCÊ vai fazer o procedimento? Para ser aceito socialmente ou você vai fazer porque se sente bem com isso? Vai fazer por você? Eu por exemplo, faço porque gosto de vestir aquela lingerie e ter tesão pela minha própria imagem no espelho!





Vemos as modelos e musas plus size assumindo uma posição de respeito nas redes sociais e muitas lojas se tornando especialistas em produzir roupas para o tamanho extragrande. E percebemos um grande incomodo social, porque quando temos curvas generosas mostramos realmente a diferença de corpo feminino e masculino. E esse novo modelo veio com tudo para mostrar que podemos ser “mulheres de bem”, como a sociedade quer, sermos desejadas, sem precisar esconder nossos corpos em uma roupa preta e larga! Por que você sabe que o preto não emagrece né?! Kkkkk só precisamos ter um pouco de cuidado para o plus size não ser o novo padrão, pois não deve existir um Arquétipo ideal! Minha bandeira sempre será colorida e minha luta sempre será pela diversidade, corporal, sexual, seja ela qual for! São as cores que tornam o mundo tão lindo! Gostaria de abrir o espaço para uma reflexão com você, pare e pense: Como você se sentiria se acordasse e saísse na rua e todxs tivessem com a mesma roupa, o mesmo sapato, dirigindo o mesmo carro, pintassem a casa da mesma cor, tivesse somente um tipo de árvore e flor?


Como você se sentiu imaginando um mundo assim?



A imagem corporal, nada mais é do que um reflexo do seu interior! Você acha que transmite como realmente se sente? Lembre-se sua imagem vai ser o mediador do seu contato com o mundo externo! Nem sempre conseguimos manter o equilíbrio exterior com o interior sozinho, e está tudo bem! Quando você não conseguir sozinho, pode pedir o auxílio de um Psicólogo para isso! Ele vai te assessorar na busca do significado da sua beleza!


Vale lembrar que esse texto foi escrito pensando que você não possui nenhuma comorbidade com o peso elevado! A saúde física é tão importante quanto a mental!


Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


Les commentaires ont été désactivés.
Post: Blog2_Post
bottom of page